Perfil: Rebecca Chambers




Uma personagem que ganhou seu destaque na franquia graças sua delicadeza e simpatia , Rebecca Chambers, uma consultora da B.SA.A (Aliança de Avaliação de Segurança de Bioterrorismo) e ex-membro dos S.T.A.R.S é designada para equipe Bravo, onde sua história começou, sendo a responsável por dar suporte a membros de sua equipe devido seu grande conhecimento em Bioquímica e medicina.

Nome: Rebecca Chambers
Nascimento: 1980 (data não confirmada)
Status: Viva
Afiliação: Sem afiliação
Altura: 1,61cm
Peso: 41,1kg
Aparições na Franquia: Resident Evil Clássico, Resident Evil Remake,Resident Evil 0, Resident Evil: Deadly Silence, Resident Evil: The Umbrella Chronicles, Resident Evil 5, The Mercenaries Reunion, Resident Evil: The Mercenaries 3D, Biohazard The Stage, peça teatral, Resident Evil Vendetta

Biografia


O passado de Rebecca é um verdadeiro mistério para nós fãs, a Capcom nunca se dedicou colocar isso em xeque nos games e filmes que a personagem aparece, o que sabemos até hoje é que ela foi uma criança prodígio e que se formou em Bioquímica aos 18 anos, o resto vem do incidente de Raccoon City e suas ações na equipe Bravo e na Mansão Spencer. O que sabemos de Rebecca iniciou em junho de 1998, data que foi recrutada para os S.T.A.R.S, uma divisão especial do Departamento de Polícia de Raccoon City, o que a tornou a mais jovem a ser escolhida pela unidade. Os S.T.A.R.S era formado por três equipes, a equipe Alfa, Equipe Bravo e a Equipe Delta. A equipe Bravo foi a equipe em que a Rebecca foi designada como médica, por sua falta de experiência em combate seu colega de equipe Richard Aiken, foi encarregado de cuidar dela nas missões.

23 de julho

O perigo espreitava, na noite daquele fatídico dia a equipe de Rebecca decolou em um helicóptero Bell UH-1 Iroquois em um voo em direção à região noroeste das Montanhas Arklay. Em um certo horário durante a noite o helicóptero apresentou uma pane nos motores, e foram forçados a fazerem um pouso de emergência em um lugar próximo a missão da equipe, que foi enviada para investigar estranhos acontecimentos na região. Durante as buscas no lugar a equipe encontrou um furgão virado, que estava transportando um condenado à morte, Billy Coen, mas dentro do furgão todos os soldados de escolta estavam mortos e o único que parecia ter sobrevivido estranhamente era Billy. Com tamanha era sua condenação além de ser acusado pela equipe de ter assassinado toda a equipe que lhe escoltava, a equipe então decide pôr como prioridade capturá-lo.

Durante as buscas pela floresta, a equipe decidiu se dividir, a fim de vasculhar um território maior, infelizmente foi uma péssima decisão, logo foram atacados por cães mutantes que foram infectados pelo T-vírus, grande parte da equipe foram mortos e os sobrevivente se abrigaram em uma mansão próxima. que de alguma forma estava dando interferências nos rádios. Em meio às buscas de Rebecca, ela se depara com um trem da Umbrella Corporation, que servia para transportar os funcionários da companhia, o Ecliptic Express, que estava infestado de zumbis dentro. Após Rebecca investigar o trem, internamente ela descobre que os seus ocupantes foram infectados por meio de sanguessugas. Ao ser obrigada a matar seu parceiro Dewey, após ser infectado e ter se transformado em um zumbi, ela logo se depara com Billy que estava disposto a cooperar com ela para sair dali, mas se recusou a se entregar. Uma vez sem opções ambos unem suas forças para fugir do local.

Após fugirem daquele caos, Billy e Rebecca exploram uma instalação de treinamento e um laboratório descobrindo atos terríveis que foram cometidos no local, tal como experiências com armas biológicas, os dois ao decorrer da exploração do local enfrentam várias armas biológicas, durante os combates para salvar Rebecca os dois se separam.

Mansão Spencer




Ao amanhecer Rebecca chega a Mansão Spencer, porém não encontra nenhum dos seus colegas que haviam se abrigado lá. Cansada devido a noite atordoante ela adormeceu em um dos dormitórios da mansão, encontrada e acordada por Aiken, os dois vasculham a mansão em busca do restante da sua equipe, após enfrentarem algumas armas biológicas na mansão eles percebem que os eventos da mansão com os da Montanhas Arklay que a R.P.D estava investigando. Após um tempo de exploração na mansão eles começam a questionar se os dois seriam os únicos vivos. Após uma batalha contra uma cobra gigante Aiken acaba por ser gravemente ferido e diz a companheira para não perder as esperanças, pois ambos seriam resgatados, Rebecca consegue levar seu amigo até uma área relativamente isolada na ala leste da mansão, onde poderia tratar seus ferimentos, mas infelizmente ele acaba morrendo devido a gravidade dos ferimentos.

Após o desaparecimento da equipe Bravo, o R.P.D, envia a equipe Alpha para investigar o desaparecimento e resgatar os possíveis feridos. Chris Redfield encontra Rebecca, antes que Aiken morresse ele entregou ao Chris um radio que seria usado para pedir ajuda, sem saber que estava quebrado. Depois de algum tempo, Rebecca e Chris descobrem que o líder da equipe Alfa, Albert Wesker, foi quem planejou a morte dos S.T.A.R.S. Após enfrentarem o Tirant, uma arma biológica altamente resistente, e depois de incapacitá-lo, mas que veria se regenerar e partir para caçar os S.T.A.R.S novamente, ela juntamente com a equipe Alfa, composta por Chris Redfield, Jill Valentine e Barry Burton se dirigiram em direção a um heliporto, e Brad Vickers, apareceu sobrevoando o local e deixou cair um lança-foguetes para ser usado no monstro e assim o Tirante é morto pelo lança foguete explosivo. E assim os sobreviventes conseguem escapar.

Algum tempo depois da esterilização de Raccoon City, Rebecca decidiu continuar seus estudos a fim de se formar como virologista também e assim poder ajudar seus companheiros na B.SA.A, já que ela foi convidada pelo Chris para ser consultora da organização. Após tais eventos uma amostra do T-vírus se espalhou em por St. Cloud, Minnesota e Rochester em 2005, Chambers participou de sua defesa.


Incidente na Universidade da Austrália



No ano de 2010, Rebecca, é contratada como professora em uma universidade da Austrália, e agora como consultora da B.S.A.A, estas duplas profissões lhe permitiram acesso ao laboratório da Universidade e assim continuar seus estudos de combate ao Bioterrorismo. No mesmo ano de admissão na Universidade ela recebe ordens para se infiltrar em uma Universidade de Filosofia, na Austrália Ocidental, como professora na área de ciências no intuito de investigar uma série de desaparecimentos que estavam ligados a uma pesquisa ilegal de armas biológicas. Durante as fases iniciais da investigação, ela recolheu informações nas quais levavam ao Dr. Liam Howard, um americano que compartilhava o mesmo sobrenome de um pesquisador da Umbrella que havia desaparecido em 2003, só que a dificuldade em reunir mais informações devido às ações do reitor Ezra Sennett, que estava pagando propinas para a polícia da região investigarem os acontecimentos sob sigilo, a impediram de descobrir mais sem comprometer seu disfarce.

Porém as investigações de Rebecca foram um fracasso devido a um surto repentino do T-vírus que infectou toda a Universidade. Ela porém chamou a B.S.A.A para lidar com o surto, a equipe em questão estava no comando de Chris Redfield já capitão da B.S.A.A, Piers Nivans. Ao contar suas informações sobre Howard, foi-se concluído que ele tinha ligações com a Umbrella, neste momento, Barrington Maye, um detetive que estava investigando o caso dos desaparecimentos, mas em sigilo devido às propinas do reitor capturou Rebecca no intuito de forçar, Chris não revelar o caso ao mundo.

Rebecca então é capturada e levada para um esconderijo secreto lá, Howard conta seus planos e ela descobre que eles têm caráter emocional, as pesquisas que ele estava trabalhando secretamente com o reitor da universidade para sequestrar estudantes a fim de serem geneticamente alterados com genes reguladores de cognição para torná-los mais inteligentes. Mary Gray foi a única candidata bem-sucedida, com os outros se tornando zumbis. O doutor também tinha participado de um experimento não autorizado no laboratório da universidade, tendo usado genes retirados dos restos mortais do gigante irlandês a fim de que pudesse ressuscitar de alguma forma seu filho, Tyler, que ele acreditava ter morrido em Rochester, sem saber que o mesmo na verdade havia falsificado sua morte para entrar no Serviço Secreto americano e estava na universidade justamente tentando impedir a pesquisa ilegal. Ela consegue fugir do esconderijo e se reuniu novamente com a equipe do Chris, e tiveram que lidar com uma nova onda de infecção liderada por Howard, além de terem que eliminar um Tirant mais aprimorada do que original, além disso Howard é morto pelo seu próprio filho, e Gray se torna a nova ameaça da equipe durante o combate Rebecca encontra um lança foguete que dá fim a Gray, que tinha se tornado um monstro terrível. Após isso, os estudantes sobreviventes da universidade são resgatados por helicóptero.

OBS: Os acontecimentos na Universidade da Austrália são fruto de uma peça de Teatro, então não temos a certeza de que é canônica a história.

Resident Evil: Vingança




Rebecca aparece pela primeira vez em um filme da franquia, em uma animação canônica da franquia chamada de Resident Evil: Vendetta. Na trama, em algum momento a Rebecca deixou de fazer parte da B.S.A.A para se dedicar como virologista e cientista. Nesse mesmo período o aumento de surtos virais têm aumentado consideravelmente, devido a um novo vírus chamado de A-vírus, uma variante do parasita Las Plagas usado pela seita Los Iluminatis, desenvolvido por Glenn Arias. Este vírus é mais poderoso e eficaz em guerras onde dá o controle ao bioterrorista que o usa, porém Rebecca já havia trabalhando em antídoto para o vírus no Instituto Alexander de Biotecnologia, em Chicago, onde conduziu a pesquisa. Durante as pesquisas de Rebecca o Instituto na qual trabalhava sofre uma contaminação pelo vírus matando todos no local, deixando apenas ela viva já que ela consegue aplicar em si mesma um protótipo da vacina. Chris consegue chegar ao local junto com seus soldados e salva Rebecca. Na busca de um perito em Las Plagas, Chris e Rebecca parte ao encontro ao agente da D.S.O que estava de férias, Leon Scott Kennedy para pedir sua ajuda.

Leon se encontrava em um bar deprimido bebendo, por não conseguir paz e ser obrigado a lutar uma luta constante e incessante contra Bioterrorismo, por motivo fútil Leon discute com Chris e Rebecca se obriga a intervir. Após os dois se controlarem, Rebecca explica que o vírus já está dentro das pessoas e precisa apenas de um gatilho para ser ativado. Deixando então para trás uma amostra de seu sangue vacinado e um laptop cheio de dados sobre a produção da vacina, ela saiu desgostosa do local ao perceber que ambos os agentes estavam agindo de forma egoísta por deixarem suas perdas os confrontarem ao invés de compensá-las salvando outras. Esse afastamento de Rebecca de ambos os agentes permitiu que ela fosse sequestrada.

Rebecca então acorda em local desconhecido e é confrontada por Arias, que contou como funciona seu vírus e seus planos para ele, ele também revela que Rebecca se parece bastante com sua falecida esposa Sarah que morreu de forma horrível. Ao tentar colocar a aliança de Sarah em seu dedo, Rebecca se recusa, após ela ser imobilizada em uma mesa cirúrgica, ele revela a cientista, que usou o seu sangue para aprimorar o vírus e que ela tinha apenas 30 minutos antes que o vírus a dominasse. Chris então encontra ela na mesa cirúrgica já debilitada pelo vírus e a leva para o telhado, onde a vacina se encontrava em posse de Arias.

Chris entra em combate corpo a corpo com Arias, com o objetivo de reaver a vacina, o que acabou com o bioterrorista jogado para fora do prédio, porém ele retorna ao prédio e ao se fundir com Diego. Chris e sua unidade, a Silver Dagge, batalhavam contra o monstro. Com a batalha vencida graças aos esforços combinados de todos, Redfield administrou a cura em Rebecca o que a salvou, desde então tudo pareceu bem até aquele momento.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem